Faleceu nesta terça, 28, em Fortaleza, Pe. Edvaldo Moreira de Jaguaruana

Falece aos 89 anos, Pe. José Edvaldo Moreira de Sousa, que se ordenou em 1959 no patamar da Igreja Matriz de Jaguruana, ao lado de Alexandre Marleno, José Sales de Barros e Moysés Barreto, Edvaldo era o único que estava vivo dos Ordenados de 1959 em Jaguaruana.

   >>>CLICK AQUI PARA SEGUIR O CANAL FOLHA DO VALE NO WHATSAPP<<<

Nasceu no dia 21 de outubro de 1934, no município de Jaguaruana, filho de Manoel Raimundo de Sousa e Francisca Moreira de Sousa, família de cinco filhos, sendo três homens e duas mulheres. Recebeu de sua família uma educação de respeito aos princípios cristãos e isso o levou a fazer uma opção vocacional, vindo a ingressar no Seminário Diocesano de Limoeiro do Norte, onde estudou vários anos e ordenou-se Padre no dia 29 de novembro de 1959 (na foto, o primeiro da esquerda).

Em 1970 foi estudar em Roma na Itália, lá se formou em Filosofia e Psicologia. Foi professor da UNECIM – Russas e da Universidade Estadual do Ceará, lecionando na Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos, em Limoeiro do Norte, sendo considerado um dos educadores mais conceituados da região do Vale do Jaguaribe. Foi Pároco das Paróquias de Jaguaruana, Jaguaretama e Jaguaribe, antes de chegar à Palhano.

Foi nomeado pelo Bispo da Diocese de Limoeiro do Norte como Pároco da Paróquia de Palhano no dia 27 de novembro de 1981, quando foi criada oficialmente a Paróquia de Palhano, vindo tomar posse no dia 2 de fevereiro de 1982. Esses acontecimentos estão registrados no livro de tombo da Paróquia.

A partir desse dia iniciou-se a admirável missão de Pe. Edvaldo à frente da Paróquia de Palhano, que tanto honra a nossa comunidade. Foi um padre exemplar, de moral e índole jamais questionável e que com amor e zelo cuidava de tudo que era de sua responsabilidade. Fazia anualmente reformas e manutenções da Igreja Matriz que a tornou um dos prédios mais bonitos de nossa cidade. Implantou o sistema de som na matriz, conhecida Voz da Matriz e até hoje serve como um serviço de comunicação de utilidade pública de nossa cidade. Através de amigos da Alemanha, conseguiu recursos financeiros para várias ações na nossa Paróquia como: aquisição de um veículo, recuperação e ampliação do Centro Pastoral, construindo vários apartamentos para acomodação dos agentes de pastorais nos encontros, além da construção da Secretaria Paroquial.

Quanto à organização dos trabalhos pastorais, Pe. Edvaldo, juntamente com as irmãs Josefinas, foi o principal responsável pela organização das comunidades, contribuindo na construção de capelas e incentivando para que em cada comunidade existisse um grupo de pessoas para desenvolver os trabalhos pastorais e celebrar a palavra de Deus. Contribuiu consideravelmente na formação de muitos jovens agentes de pastorais, de forma que muitos se tornaram grandes lideranças em diversas comunidades. Foi ainda, nos anos de 1995 e 1996, Assessor da Secretaria de Educação do Município quando deu uma contribuição importante na formação dos professores e na melhoria da aprendizagem dos alunos.

E à frente da Paróquia deu uma contribuição memorável para o desenvolvimento, formação cultural e religiosa de comunidade palhanense, até ser acometido por uma traiçoeira doença que o deixou impossibilitado de continuar suas funções como Pároco, encontrando-se agora em Fortaleza se tratando, mas que não deixa de lembrar do Palhano.

Sendo, portanto, por tudo isso e muito mais que deixamos de mencionar merecedor das homenagens recebidas do povo palhanense. Uma delas por ocasião da festa de Emancipação Política de município em 8 de maio de 2004 sendo conferida a ele uma Comenda como símbolo do seu trabalho pioneiro e também em 8 de maio de 2006 onde lhe foi conferido o título de Cidadão Palhanense.

 

Informações sobre o velório
  • Dia 28/05 – às 16h: Missa de corpo presente na Igreja Matriz do Palhano, em seguida, seguirá para o município de Russas, onde será velado na Igreja de São Sebastião.
  • Dia 29/05- As 8h: Missa de exéquias e rito de encomendação do corpo na Igreja de São Sebastião.
  • Às 9h será sepultado no Cemitério Bom Jesus dos Aflitos, em Russas.

 

SIGA-NOS NO INSTRAGRAM E FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTICIAS

 

Por: Mateus Memorialista II

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *