Ceará por Elas chega a 136 municípios parceiros da rede de proteção e apoio às mulheres

A rede de proteção e apoio às mulheres cearenses agora conta com 136 municípios parceiros do Ceará por Elas, programa desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria das Mulheres. As 13 novas adesões foram formalizadas nesta terça-feira, 28 de maior, em Fortaleza, com a presença da vice-governadora e secretária das Mulheres, Jade Romero, prefeitos e outras autoridades.

   >>>CLICK AQUI PARA SEGUIR O CANAL FOLHA DO VALE NO WHATSAPP<<<

Os municípios que aderiam ao programa foram: Acaraú, Brejo Santo, Chorozinho, Jati, Marco, Piquet Carneiro, Quixelô, Redenção, Senador Pompeu, Tarrafas, Tianguá, Irauçuba e Boa Viagem.

O Ceará por Elas, lançado em 2023, é uma iniciativa pioneira que fortalece a rede e políticas públicas de proteção e apoio às mulheres. Para isso, o programa está dividido em três eixos: Mulher Segura, Mulher Protagonista e Mulher Empreendedora.

A ideia é que os municípios desenvolvam dez principais estratégias nessas áreas. Em contrapartida, o Estado dá apoio por meio de entrega viaturas da Patrulha Maria da Penha e kits Athena (composto por computadores, monitores, acessórios e mobiliário), além do sistema de integração estadual para atendimento especializado às mulheres em situação de violência.

Também é ofertada capacitação aos profissionais dos municípios, realização de consultorias, dentre outras atividades. Outra estratégia é o aprimoramento da base de dados da plataforma Athena, fundamental para elaboração e avaliação das políticas públicas.

Jade Romero reforça que a busca pela equidade de gênero é um compromisso pela justiça social. “Quando construímos políticas de redução das desigualdades de gênero, reduzimos também as desigualdades sociais, dando um terreno seguro e com mais oportunidades para que nossas mulheres avancem”.

 

Parceria

Prefeita de Acaraú, Ana Flávia Monteiro, conta adere ao Ceará por Elas com muita alegria. “Este é um programa de fundamental importância para fortalecermos as políticas públicas voltadas para nossas mulheres, ofertando a elas proteção e mais oportunidades de empregabilidade e empreendedorismo”.

Os municípios que implantam Casa da Mulher têm prioridade, por exemplo, para receber ações da Casa da Mulher Móvel, unidade operacionalizada pela Secretaria das Mulheres.

 

SIGA-NOS NO INSTRAGRAM E FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTICIAS

 

 

 

Fonte: Ascom Secretaria das Mulheres

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *