Ceia de Natal: Conheça truques para desinchar após os exageros alimentares

Resistir as delícias de fim de ano é muito difícil e, não é nem recomendado. As ceias de Natal e Ano-Novo são repletas de comidas que nos despertam memória afetivas, ou seja, são pratos que trazem conforto emocional.

O problema é o dia seguinte, quando as pessoas que exageraram na comida e na bebida amanhecem enjoadas, com má digestão e gases. A nutricionista Rayanne Marques, da Clínica Aesthesis, explica que a sensação ruim, acompanhada de inchaço na região da barriga, costuma ser resultado do excesso de carboidratos ingeridos.

Os excessos consumidos durante a ceia ficam acumulados no fígado e nos músculos, sendo transformados em glicogênio. Para cada grama de glicogênio produzida, o organismo estoca 4 mililitros de água, o que causa a retenção de líquidos e a aparência inchada”, detalha Rayanne.

Outro motivo para a barriga protuberante, são as bactérias da microbiota intestinal. A nutricionista explica que esses microrganismos gostam de açúcar e de carboidratos refinados. Ao ingerir alimentos que contenham esses ingredientes, as bactérias fermentam e causam gases, aumentando o inchaço da barriga.

O consumo excessivo de alimentos salgados, como as carnes embutidas, também provoca retenção de líquidos. Se o sal é consumido em exagero, o organismo precisará reter mais água para eliminá-lo.

Rayanne esclarece que é normal se sentir inchado por um tempo depois da ceia, pois o organismo precisa metabolizar os excessos. Ela aponta cinco truques que vão ajudar a melhorar a situação no dia seguinte.

 

Coma alimentos ricos em potássio, cálcio e magnésio

Banana, vegetais, lentilha e amêndoas são exemplos de alimentos com esses nutrientes. A água de coco também é uma boa opção, pois estimula o funcionamento dos rins, auxiliando na eliminação de toxinas por meio da urina.

 

Estimule o corpo com chás detox

A hidratação deve ser reforçada após uma noite de exageros alimentares. Para a nutricionista, é importante consumir pelo menos 35 mililitros de água para cada quilo de peso. A bebida ajuda na eliminação das toxinas. “Chás com ação diurética, como hortelã, gengibre e cavalinha, são opções excelentes”, recomenda a profissional.

 

Acrescente fibras nas refeições

Sementes de chia e gergelim salpicadas em saladas e sopas são uma das indicações da especialista. Ela sugere que o indivíduo aumente o consumo de fibras para facilitar a digestão da comida.

 

Não fique parado. Se movimente!

Os exercícios físicos aceleram o metabolismo e melhoram a circulação, fazendo o corpo desinchar mais rápido.

 

Faça um jejum entre a ceia e o café da manhã

Espere 12 horas após a última refeição do dia anterior para tomar o café da manhã. Assim o corpo terá mais espaço para finalizar a digestão das comidas e bebidas da ceia.

 

Siga-nos no INSTAGRAM

 

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *