Adece e Centec firmam novo contrato para ações estratégicas de apoio aos Arranjos Produtivos Locais

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) e a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) firmaram, na última quarta-feira, 29 de maio, novo contrato de gestão para a realização de ações de desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais (APL) e das Aglomerações Produtivas (AP).

 >>>CLICK AQUI PARA SEGUIR O CANAL FOLHA DO VALE NO WHATSAPP<<<

A parceria dá seguimento aos trabalhos desenvolvidos pelos dois entes entre 2021 e 2023, com apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), que permitiu a identificação e o mapeamento dos APL e AP existentes no Ceará, bem como a realização de consultorias, planos estratégicos e feiras com os negócios que fazem parte desses arranjos e aglomerados.

Na nova etapa, os trabalhos vão se concentrar de forma mais atenta nas necessidades e nas estratégias do público-alvo, de forma a apoiar a aceleração dos negócios e a realizar o gerenciamento de dados. Outra ação dessa fase é o desenvolvimento dos Planos Estratégicos do APL de Turismo de Icaraí de Amontada e do APL de Mandiocultura de Salitre no Cariri.

Para o diretor-presidente do Centec, Acrísio Sena, a nova fase da parceria ratifica a competência da equipe técnica do instituto e gera expectativas positivas para os negócios que compõem os APL.

A parceria entre Adece e Centec desenvolve ações estratégicas desde 2021, com o acompanhamento de mais de 100 aglomerados produtivos nas 14 Regiões de Planejamento do Ceará. Neste convênio em 2024, vamos continuar apostando nessa parceria e na expertise da equipe técnica do Centec, dando suporte e consultorias a esses negócios, com destaque ao Turismo em Amontada e em Salitre, na área de Mandiocultura. Dessa forma, estamos com o Governo ajudando o Ceará a se desenvolver de forma atuante.” A coordenação técnica do programa será feita pela professora do Centec, Dra. Elda Fontinele Tahim.

Arranjos Produtivos Locais são agrupamentos de empresas que atuam em setores econômicos similares e, geralmente, encontram-se em uma região geográfica específica. Na primeira fase dos trabalhos realizados pela Adece e operacionalizados pelo Centec, foram identificados 107 aglomerados produtivos em diferentes níveis de desenvolvimento por todo o Ceará.

O diretor-presidente da Adece, Danilo Serpa, explica que tais arranjos e aglomerados possuem importante impacto no desenvolvimento regional, com a geração de emprego e renda e, em consequência, com o fortalecimento da economia local. Ele destaca que o desenvolvimento de uma política de apoio aos APL e AP está em consonância com o Plano do Governo do Estado do Ceará e serão centradas nos pilares fundamentais da inovação, da sustentabilidade e da inclusão.

Estamos muito felizes em dar seguimento a um trabalho no qual considero tão importante. Aqui na Adece, trabalhamos em prol da economia por meio de grandes empresas, mas sabemos da importância em apoiar os pequenos negócios para fazer a economia girar principalmente nos municípios do interior do estado. Esse apoio é uma orientação do governador Elmano de Freitas, que deixa claro a prioridade no desenvolvimento econômico e social do Ceará como um todo.”

Estiveram presentes no momento da assinatura do contrato o diretor de Suporte a Negócios da Adece, Rafael Branco; a gerente de Desenvolvimento Regional e Municipal da Adece, Darcyla Lima; a técnica da Adece, Luana Bandeira; a técnica do Instituto Centec, Dra. Ivna Machado; a coordenadora de Economia Popular Solidária e Arranjos Produtivos Locais (Coesa), da Secretaria do Trabalho, Victoria Régia Paiva; e a assessora da Coesa, Eva Amorim.

 

SIGA-NOS NO INSTRAGRAM E FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTICIAS

 

 

Fonte: Ascom Centec

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *