Associação de Poetas e Apologistas em Quixeré inaugurada a sede própria

Uma noite relevante para a cultura popular do município de Quixeré. No bairro Populares, na quinta-feira,14 de março, a tão esperada inauguração da sede social Manoel Gonçalves da ASSOCIAÇÃO DOS POETAS E APOLOGISTAS JAGUARIBANOS (APAJ).

A entidade foi fundada em 20 de outubro de 2011, no Centro de cidade, com 20 associados que assinaram a Ata da Assembleia de Constituição.

Click aqui para seguir o Canal Folha do Vale no Whatsapp

Na abertura da entrega oficial da sede o poeta repentista José Edmilson interpretou uma canção de autoria do poeta Antônio Hélio.

Dentro da programação ocorreu a entrega de certificados aos sócios fundadores presentes:

  • Aldeci Bessa
  • Aldeni Bessa
  • Evilasio Ribeiro
  • Francisco José DE Sousa (Francisco de Maura)
  • João de Paiva
  • José Euri de Sousa
  • José de Fátima Fernandes da Costa (Del Fernandes)
  • José Marcos Mendes Gonçalves
  • Maria Edleuda Oliveira Lima
  • Manoel Lourival de Sousa
  • Maria Lucinda de Brito Maia
  • Maria Suzete Santiago Oliveira
  • Ozanir Sousa Santiago (Bil)

Uma placa comemorativa para ser aposta na parede da sede social, apresentada pelo presidente da APAJ Marcos Mendes, cordelista Adriano Deodato (Presidente da Academia Quixereense de Letras – AQL) e Vereador Samuel Isidoro (Presidente da Câmara Municipal).

A partir da próxima reunião, na primeira terça-feira do mês de abril, os associados já ocuparão o Salão da Sede Social. Antes as reuniões ocorriam na localidade de Boqueirão, na residência do Sócio e Diretor, Manoel Lourival de Sousa.

O presidente Marcos Mendes relembra um pouco da história nessa caminhada, como o primeiro festival de violeiros ocorrido no clube Toca do Leão no Sitio Leão, no início dos anos 2000, depois se deslocou para o Clube Serrano no Centro de Quixeré, onde se concretizaram em torno de 4 festivais. E depois veio migrar para a praça da Matriz, já tendo ocorrido de 8 a 9 festivais de poetas e começou a ser fomentada pela Secretaria da Cultura a partir da segunda do prefeito Francisco Raimundo Santiago Bessa.

Em novembro do ano 2023 ocorreu no Distrito de Lagoinha, um festival de violeiros organizado pela APAJ com 3 duplas: José Edmilson e Jorge Macedo, Antonio Dias e Raimundo Mesquita, Antonio Nilo e Roberto Alves.

A atual diretoria foi eleita em outubro de 2023 e tem mandato a cumprir até outubro do ano 2025.
  • Os sócios fundadores da Associação
  • José Marcos Mendes Gonçalves
  • Jorge Macedo Ferreira
  • Antônio Aldeci Bessa de Assis
  • Aldeni Bessa de Assis
  • José de Fátima Fernandes da Costa
  • Maria Edileuda Oliveira Lima
  • Evilázio Santiago de Brito
  • Francisco José de Sousa
  • Francisco José
  • João de Lima Paiva
  • José Eurico de Sousa
  • Manoel Lourival de Sousa
  • Maria Lucinda de Brito Matos
  • Maria Luizete dos Santos Nery Rodrigues
  • Miguel Arcanjo de Assis Nunes
  • Maria do Socorro da Silva
  • Josinaldo de Araújo Rodrigues
  • Ozani Sousa Santiago
  • Maria Rosangela Rodrigues das Chagas
  • Maria Suzete Santiago Oliveira

A reportagem do FOLHA conversou com o cordelista Adriano Deodato que falou da sua trajetória no mundo literário, tendo se lançado no ano de 2003, com o primeiro trabalho de cordel intitulado coletânea seletiva.

Atualmente desenvolve um trabalho em cordel intitulado cidades do Ceará, a ser lançado pela fundação Demócrito Rocha de Fortaleza do jornal O Povo.

Um outro livro de cordel intitulado máxima com poesia (observe) está previsto para ser lançado em julho.

E por último um livro de pesquisa histórica sociológica no município de Quixeré, tendo como ponto de partida o ano de 1814, quando o local era uma aldeia, habitada por duas tribos indígenas Tapuia e Paiacú, até o ano de 2023, tendo enfatizado com mais riquezas de detalhes, a partir da criação do município em 1957.

Siga-nos no INSTAGRAM

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *