Dia das Mulheres: Governo do Ceará anuncia R$ 41 milhões para empreendedorismo e 10 mil vagas de capacitação

Nesta sexta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, um dia que simboliza a luta por igualdade e direitos, o Governo do Ceará anunciou, por meio da Secretaria das Mulheres, uma série de ações no âmbito da autonomia econômica das mulheres: R$ 40 milhões para o Ceará Credi Mulher, R$ 1 milhão em financiamento para inovação e 10 mil vagas em cursos de capacitação.

Anfitriã do dia, a vice-governadora e secretária das Mulheres, Jade Romero, deu início a seu discurso dedicando cada ação àquelas que inspiram o governo a trabalhar em busca constante de uma sociedade mais igualitária. “As nossas cearenses, aguerridas, batalhadoras, persistentes, que são a nossa maior fonte de inspiração para trabalhar e continuar lutando, construindo as políticas públicas que todas nós merecemos e sonhamos”, ressaltou.

Presente no evento, o governador Elmano de Freitas, que trouxe para essa gestão a paridade do secretariado, pontuou a felicidade de fazer parte desse momento de expansão das políticas públicas para as mulheres e poder contribuir para o protagonismo feminino. “Eu tenho muito orgulho de fazer parte de um governo paritário, principalmente porque sabemos que o espaço político ainda é muito difícil para com as mulheres. Espero cada vez mais ver mulheres em espaços de decisão, de criação de políticas públicas para que superemos esses desafios enormes que ainda temos. Eu quero que as mulheres cearenses vejam nesse governador alguém solidário”, enfatizou.

 

Autonomia econômica

O Ceará Credi Mulher, que tem o intuito de estimular o empreendedorismo e autonomia financeira das mulheres, dobrou o seu aporte financeiro em 2024, chegando a R$ 40 milhões.

O empreendedorismo feminino é um dos eixos do Programa Ceará Por Elas. Seja com a criação da sala da mulher empreendedora, seja com a qualificação profissional sem a divisão de gênero, seja a orientação para o microcrédito, que tem sido uma estratégia fundamental para a autonomia econômica. Cada uma dessas ações é fundamental para essas mulheres e é o nosso objetivo seguir fomentando, ampliando essa capacidade”, enfatizou Jade.

Como parte da estratégia de acesso ao microcrédito, a vice-governadora apresentou 44 novas agentes lilás – que são mulheres que irão ajudar outras mulheres a contratar financiamento pelo Ceará Credi. De frente para as novas agentes, Jade fez questão de já agradecer pelo trabalho que será feito e destacar a importância dessas mulheres para o crescimento das outras.

São essas mulheres que estão aqui, que estão incumbidas de uma grande responsabilidade, que é de agilizar, administrativamente, as mulheres que estão na fila de espera. Também vão ser responsáveis de chegar até essas mulheres cearenses e que nós possamos ampliar nossa capacidade de atendê-las. Tudo isso ajudando a superar eventuais barreiras tecnológicas ou outras formas de formalização. Vocês são fundamentais para o sucesso dessa politica”, explicou a secretária das Mulheres. Essas 44 agentes atenderão cerca de 25 mil empreendedoras.

Além do acesso a financiamento, a qualificação das mulheres também será favorecida. Foram anunciadas 10 mil vagas de qualificação profissional para as mulheres cearenses. “Para esses cursos de qualificação iremos priorizar os municípios que aderiram a Ceará Por Elas, mas sobretudo os nossos equipamentos. Casa da Mulher Brasileira, Casas da Mulher Cearense, Casas Municipais receberão a maior parte dessas vagas para que possamos capacitar as mulheres, e em especial, aquelas que estão enfrentando algum tipo de violência”, pontuou Jade.

 

Fomento para inovação

O quarto anúncio do dia diz respeito à inovação liderada por mulheres. O Governo do Ceará lançou, através da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), órgão vinculado à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (Secitece), o edital Mulheres Empreendedoras. A iniciativa tem como principal objetivo fomentar o desenvolvimento de empreendimentos inovadores liderados por mulheres, de forma a fortalecer a presença feminina na economia do estado.

Com um investimento total de R$1 milhão, o edital se destina a fornecer capital na modalidade subvenção econômica (recursos não-reembolsáveis) para o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e processos inovadores, sejam eles destinados para o mercado local, nacional ou internacional. Além de chefiadas por mulheres, as empresas precisam ser sediadas no território cearense e ter uma receita bruta (registrada nos últimos 12 meses) de no máximo R$ 10,5 milhões. Cada projeto inovador poderá receber até R$ 100 mil para investimentos.

Siga-nos no INSTAGRAM

 

Fonte: Governo do Estado

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *