Mulheres são destaque no Percurso Cultural da Secult Ceará desta semana

A Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ceará) lança mais um Percurso Cultural, neste mês de março, dedicado a destacar as contribuições das mulheres para a cultura. Com uma programação diversificada, as atividades distribuídas na Rede Pública de Espaços e Equipamentos Culturais do Ceará (Rece), celebram a criatividade, resiliência e talento de mulheres reunidas em suas diferentes linguagens e narrativas.

Com ciclo de leitura até performances musicais e rodas de conversas, o Percurso Cultural de quarta-feira, 6 de março a domingo, 10, oferece uma gama de ações gratuitas ou a preços populares, para todos os gostos e idades.

Dando início a este passeio pelo protagonismo feminino nas artes, na quarta-feira, 6, às 19h, o Cineteatro São Luiz recebeu o show gratuito “Minha Ancestralidade”, na programação da MOPI 11 da Escola Porto Iracema das Artes, com participação de Nega Lu, Ellen Oléria e Adna Oliveira. O evento foi acessível em libras e livre para todas as idades.

Texto, corpo e cenas envolvem as criações das artistas, na noite desta quinta-feira, 7, às 18h, a Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece) conta com o lançamento do Livro “Corpo Concha” de Dayane Teixeira, com mediação de Nádia Camurça. Logo em seguida, às 18h30, tem “Mnemosine: Porque Memória é Feminina!”, com Paula Yemanjá, no Theatro José de Alencar. A noite encerra com o espetáculo “Duplicitè”, de Maria Vitória, às 19h30, no Teatro Dragão do Mar. A entrada é gratuita, com retirada de convite 1h antes na bilheteria do Teatro.

Dia marcado pela luta por direitos, o 8 de Março que neste ano ocorre numa sexta-feira contará com escritas, composições musicais e dança. À tarde, às 15h, a Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece) sedia o Colóquio Bece com o tema “O mundo escrito por mulheres: a importância da literatura feita por elas”. A ação conta com a presença de Amara Moira, Vanessa Passos e Patrícia Cacau, mediada por Lílian Martins. À noite, às 19h, é o momento para apreciar o som de vozes e violões de Rebeca Câmara e Theresa Rachel celebrando compositoras brasileiras, no Cineteatro São Luiz, com venda de ingressos antecipadas virtualmente e na bilheteria presencial. Para fechar a noite, a partir das 20h, o convite é para dançar “reggae feito por mulheres” com o grupo Deixe com Elas comandando a discotecagem no Hub Porto Dragão; a entrada gratuita.

No sábado, 9, o final de tarde, às 17h, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura traz gratuitamente muito samba com Gabi Nunes no Espaço Rogaciano Leite. Para refletir e se inspirar, em seguida, tem a roda de conversa com Andressa Meireles, “Além do Silêncio: da dor à transformação”, às 18h, na praça do Museu da Imagem e do Som. A noite encerra, às 20h, com muita música no Complexo Cultural Estação das Artes com o show “Nobel de Mel”, com Luiza Nobel e banda; a entrada é gratuita.

No domingo, 10, a partir das 10h30 da manhã, é dia de reverenciar a ancestralidade cearense, festejando a cultura popular com o Coco de Dona Geralda, na Estação das Artes. No final de tarde, das 16h às 20h, o encontro é no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, com o tradicional Soundsystem do Dragão no Espaço Rogaciano Leite. O evento contará com participações especiais da cena feminina do reggae de Fortaleza; a entrada é gratuita.

Mais informações sobre essas e outras atividades estão disponíveis no site da Secult Ceará.

Siga-nos no INSTAGRAM

 

Fonte: Governo do Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *